segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Almas


Como é por dentro outra pessoa
Quem é que o saberá sonhar?
A alma de outrem é outro universo
Com que não há comunicação possível,
Com que não há verdadeiro entendimento.

Nada sabemos da alma
Senão da nossa;
As dos outros são olhares,
São gestos, são palavras,
Com a suposição de qualquer semelhança
No fundo.

Fernando Pessoa

Por que essa e não outra?


"Na minha vida encontrarei milhares de corpos femininos, desses milhares desejarei algumas centenas, mas dessas centenas de mulheres estarei sempre amando só uma. E por que essa e não outra?



O que me fará ter medo de perdê-la, que parte desse corpo, que gesto dessa mulher, que palavra? O jeito de levar a mão à cintura, uma mecha de cabelo que cai sobre a testa, o livro que lê sozinha na praia. "

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Se...


Se eu pudesse parar a minha vida
e dar eternidade a um só momento,
se eu não tivesse o meu destino preso
ao destino das coisas nos espaços...
Se eu pudesse destruir todas as leis
e dentro do Universo que se move
para meu mundo:
havia de escolher esse segundo
em que você estivesse nos meus braços!

JG de Araujo Jorge

sábado, 17 de setembro de 2011

S a u d a d e

Desde que conheci você
sinto como se estivesse andando
com pequenas asas nos meus
sapatos
como se meu estômago estivesse
cheio de borboletas

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Poses e sorrisos


"E te imagino em poses e sorrisos,

voz grave e cabelos desgrenhados,

preso nas minhas fantasias mais

loucas e movimentadas."


Caio Fernando Abreu

Amor de ostra


Nunca soube como as ostras amam.
Sei que elas têm um jeito suave de estremecer
diante da vida e da morte.
Tens um jeito de acomodar teu corpo ao meu
como na concha.
Eu não sabia como as ostras amam
até que duas pérolas brotaram de teus olhos
no mar da cama.


Affonso Romano de Sant'Anna

A Laranja

A laranja cortada ao meio,
Úmida de amor, anseia pela outra…
É assim, é bem assim que eu te desejo.

Mario Quintana

Porta aberta para o reencontro...



Só o que está perdido é nosso para sempre...
Tudo o que se viveu de verdade não acaba.

A saudade é porta aberta para o reencontro ...
Estaremos sempre ao revés dessa porta.

Muitas e muitas...

Viva a vida!


Por pior que seja um problema ou uma situação, sempre existe uma saída.

É bobagem fugir das dificuldades.

Mais cedo ou mais tarde, será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.

Perdemos tempo nos preocupando com fatos que muitas vezes só existem na nossa mente.

Muitas vezes é necessário um dia de chuva, para darmos valor ao Sol.

Mas se ficarmos expostos muito tempo, o Sol queima.

Heróis não são aqueles que realizaram obras notáveis.

Mas os que fizeram o que foi necessário, assumiram as consequências dos seus atos.

Não vale a pena se tornar indiferente ao mundo e às pessoas.

Vale menos a pena, ainda, fazer coisas para conquistar migalhas de atenção.

Não importa em quantos pedaços seu coração já foi partido.

O mundo nunca parou para que pudesse consertá-lo.

Ao invés de ficar esperando alguém trazer flores, é melhor plantar um jardim.

Amar não significa transferir aos outros a responsabilidade de se fazer feliz.

Cabe a nós a tarefa de apostar nos nossos talentos e realizar os nossos sonhos.

Aprendi que, o que faz diferença não é o que temos na vida, mas QUEM temos.

Que as pessoas mais queridas podem às vezes nos ferir.

E talvez não nos amem tanto quanto gostariamos.

Que toda mudança inicia um ciclo de construção, se você não esquecer de deixar a porta aberta.

Saiba que o tempo é muito precioso e não volta atrás.

Por isso, não vale a pena resgatar o passado.

O que vale a pena é construir o futuro.

E o futuro ainda está por vir.

É aí, então, que aprendemos que devemos descruzar os braços e vencer o medo de partir em busca dos nossos sonhos.

Viva a vida!


A.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011




O que é verdadeiro volta?

Não! O que é verdadeiro nunca vai!


Sinto sua falta!

Dói

Sabe aqueles dias que você não deveria ter saído da cama?

Pois é...hoje é esse dia pra mim.

Só fiz caca e agora a tristeza inunda o meu ser.

Não sabia que doía tanto assim...mas dói.

Você tem...


O dom de me tirar do sério.
O dom de me fazer enlouquecer.
O dom de me confundir.
O dom de me fazer te amar mesmo não podendo.

é mais ou menos como diz a letra de uma música:


"Eu confio nas coisas que eu faço, mas quando se trata de você alguma coisa dá errado.
Eu nunca fui de fugir do que eu quero, mas quando se trata de você alguma coisa me tira do sério."
"Às vezes é preciso recolher-se. O coração não quer obedecer, mas alguma vez aquieta; a ansiedade tem pés ligeiros, mas alguma vez resolve sentar-se à beira dessas águas. Ficamos sem falar, sem pensar, sem agir. É um começo de sabedoria, e dói. Dói controlar o pensamento, dói abafar o sentimento, além de ser doloroso parece pobre, triste e sem sentido. Amar era tão infinitamente melhor; curtir quem hoje se ausenta era tão imensamente mais rico. Não queremos escutar essa lição da vida, amadurecer parece algo sombrio, definitivo e assustador. Mas às vezes aquietar-se e esperar que o amor do outro nos descubra nesta praia isolada é só o que nos resta. Entramos no casulo fabricado com tanta dificuldade, e ficamos quase sem sonhar. Quem nos vê nos julga alheados, quem já não nos escuta pensa que emudecemos para sempre, e a gente mesmo às vezes desconfia de que nunca mais será capaz de nada claro, alegre, feliz. Mas quem nos amou, se talvez nos amar ainda há de saber que se nossa essência é ambigüidade e mutação, este silencio é tanto uma máscara quanto foram, quem sabe, um dia os seus acenos."

Lya Luft

Uma hora cansa mesmo...

domingo, 11 de setembro de 2011

11/09

Hoje é uma data muito triste.

Mundialmente falando, é muito triste. É uma das datas na história da humanidade que ficará eternamente na lembrança das pessoas, passando de geração em geração.

Mas não é pelo que aconteceu em 11/09/2001 nos EUA que eu vim escrever esse post.
É que hoje faz exatamente 6 anos que eu perdi um dos meus melhores amigos.
Um cara cheio de vida, super divertido, contagiante, alegre, feliz e muito amigo.

Morreu com 28 anos....uma vida inteira pela frente.

À você, meu amigo, escrevo esse post ainda com tristeza pela sua partida, mas com alegria por ter te conhecido e ter sua amizade por 22 anos.

Sentimos muita saudade aqui.